• Ulisses Messias

Implementação do S&OP como Estratégia do Negócio

Algo que tem sido muito comum, quando abordamos as empresas sobre ter iniciativas de implementação do processo de S&OP, é a decepção por ter fracassado nas tentativas.



Iniciativas que muitas vezes são realizadas de forma independente por alguma área específica. São influenciadas para inicialmente provar que o processo funciona, apresentando alguns problemas e soluções para depois entrar como um plano estratégico.


Outras iniciativas como compra de ferramentas ou até mesmo pacotes completos de softwares que custam milhares de reais sem qualquer alinhamento com o processo, forçando as pessoas e os processos se adptarem.


Conclusão: S&OP não funcionou!


Levantamos três grandes fatores que influenciam o fracasso do processo de S&OP:


· Falta de alinhamento Estratégico


· Falta de patrocínio (entendimento da alta gestão)


· Falta de capacitação dos envolvidos


Vamos escrever um pouco sobre o segundo fator - Alinhamento Estratégico


Algo em comum chama a atenção, na grande maioria das empresas que fracassaram nas suas iniciativas o S&OP entrou como um projeto, como tantos outros existentes na empresa, e não como uma estratégia de negócio.


E quando pensamos na implementação do S&OP, como um processo que atravessa a empresa como um todo, o verdadeiro sucesso depende de uma transformação na forma como a empresa gere seu negócio. Estamos falando de mudança na sua estrutura e cultura organizacional.


S&OP como Estratégia do Negócio


A partir do planejamento estratégico, colocando o S&OP como uma de suas ações, e muitas vezes, sendo a sua principal ação, será muito mais fácil aumentar as chances de sucesso.


Deixará de ser um projeto que a qualquer momento pode ser interrompido, porque outras iniciativas na empresa precisam ser priorizadas, mas sim será o projeto que precisa ser priorizado para garantir os resultados definidos no planejamento estratégico.


A sensação de ter algo a mais para ser feito no dia-a-dia da empresa, precisa ser abolido do pensamento das pessoas que atuam dentro das empresas.


Quando colocamos o S&OP como algo a mais, a qualquer momento ele será abandonado, em detrimento de outras atividades priorizadas pela alta direção, e que muitas vezes contribuem apenas para o resultado imediato, e não no longo prazo. Normalmente as ações de desespero que mobilizam uma série de recursos para resolver uma crise, que no futuro com certeza vai se repetir, pois não dá tempo de promover mudanças, apenas de reagir.


Partindo do pressuposto que o planejamento estratégico nasce da alta direção, o comprometimento com os resultados ganha peso, e direcionamento.


Ao pensar em implementar o S&OP na empresa, revisite o planejamento estratégico, verifique se as premissas utilizadas ainda são válidas. Contextualize as ações necessárias para inserir o processo no S&OP de forma sustentável.


Desta forma será mais simples e mais seguro garantir o sucesso, uma vez que um objetivo de negócio, pode e deve ser diluído em um período de tempo, através de metas e objetivos anuais, para que ganhe força e realmente transforme a empresa.

CONTATO_WPP.png
CONTATO_AGENDA.png